Nomadismo Digital: tudo o que precisas de saber para te tornares um nómada digital

Procuras ter um trabalho remoto que te permita ser geograficamente livre? Esta é a página que precisas de ler! Nomadismo digital é o nome dado para o estilo de vida de quem tem uma atividade profissional que pode ser feita de qualquer lugar do mundo.

O nomadismo digital tem sido uma tendência que cada vez mais pessoas têm adotado, muito graças ao desenvolvimento e crescimento da internet. Com um trabalho que pode ser feito a partir de casa ou de qualquer lugar do mundo, muitos desses trabalhadores aproveitam para viajar ou mudar para cidades que gostem mais.

As vantagens do nomadismo digital vão bem mais além do que a liberdade local, do que os horários flexíveis ou do que estar a trabalhar em algo que nos dê mais prazer. A maior vantagem deste estilo de vida é sem dúvida a melhor qualidade de vida que se tem.

No entanto, para abraçar o nomadismo digital como o teu estilo de vida, precisas de muita disciplina, esforço e claro, precisas de passar por um período de adaptação que nem sempre é fácil.

Acredito, apesar de tudo, que o nomadismo digital vale a pena todo esse esforço inicial. No fundo, é viver a vida que ninguém quer para ter a vida com a qual todos sonham.

Se a chamada corrida dos ratos (trabalho tradicional das 09h-18h) não te faz feliz, o nomadismo digital é o estilo de vida e de trabalho que pode ser a resposta à tua infelicidade.

[toc]

O que é o Nomadismo Digital?

Se formos ver as definições de Nomadismo e de Digital, encontramos que:

  • Nomadismo corresponde ao género de vida nómada. A palavra nómada tem uma definição mais extensa, que corresponde a algo que não tem assento fixo ou que ou quem não tem casa ou residência fixa
  • Digital, para além das definições mais imediatas e literais relativas a dedos, tem uma definição que passa inevitavelmente pelas novas tecnologias e tudo aquilo que apresenta dados, resultados ou indicações sob forma numérica, por oposição ao analógico

Tendo estas duas definições e explicações, o conceito de nomadismo digital é explicado por um estilo de vida e de trabalho que é nomádico (que não depende de um assento fixo ou local) e que depende do digital (internet e/ou rede móvel).

O que é um Nómada Digital?

Se procurarmos na Wikipedia, um nómada digital “é um indivíduo que aproveita a tecnologia para realizar as tarefas da sua profissão de maneira remota e ao não depender de uma base fixa para trabalhar”.

No fundo, um nómada digital é alguém que usa a tecnologia para trabalhar, sendo que esse trabalho depende única e exclusivamente da internet para poder ser feito. Assim sendo, um nómada digital tem liberdade local para trabalhar, podendo fazê-lo de qualquer lugar do mundo.

São ainda muitas as pessoas que associam o nómada digital a uma pessoa que está a trabalhar na praia ou ao pé de uma piscina, enquanto bebe um saboroso cocktail… no fundo, sim, um nómada digital pode ser precisamente essa pessoa!

No entanto, quanto mais trabalhas remotamente e mais nómadas digitais conheces, mais percebes que essa imagem é exagerada e romantizada. Quem é que gosta de trabalhar na praia, com o sol a bater no ecrã e com a água a chamar mais alto?

Quais são as vantagens do nomadismo digital?

Viver de forma mais barata

Ser nómada digital permite-te viver de forma mais barata. Sim, podes viajar e ainda assim gastar menos do que estares numa cidade a trabalhar!

Trabalhar remotamente permite que possas escolher qualquer cidade do mundo onde viver e, como podes imaginar, há cidades muito baratas, se comparadas a Portugal.

Um exemplo é a cidade de Chiang Mai na Tailândia, que se tornou nos últimos anos uma espécie de “meca” dos nómadas digitais, não só pela qualidade da internet mas também pelo baixo custo de vida.

Viver de forma mais barata também passa pelos baixos custos inerentes à tua atividade profissional. Trabalhar de forma remota é sinónimo de gastar menos ou não gastar de todo, em aluguer de espaços físicos como escritórios e não ter custos muito elevados, comparando a empregos e negócios com locais fixos.

Leitura recomendada:
Custo de vida: como avaliar o preço de uma cidade?

Viajar de forma mais intensa

Outra das vantagens, é que ser nómada digital dá-te a oportunidade de fazer viagens mais intensas e enriquecedoras.

Viajares com tempo e sem a limitação de teres que estar num sítio para trabalhar, permite que te tornes quase uma espécie de um “local”, sendo completamente diferente da experiência de ser turista.

Mas ser nómada digital não implica necessariamente que estejas sempre a viajar!

Podes aproveitar para escolher uma cidade onde queres viver durante um tempo: é uma excelente forma de viveres noutro sítio sem teres que te preocupar em encontrar aí um trabalho!

Flexibilidade de horários

Uma das maiores vantagens em adotar o nomadismo digital como estilo de vida e de trabalho, é a flexibilidade de horários.

Vais continuar a ter que trabalhar, mas podes fazê-lo quando te sentes mais produtivo e podes organizar todo o teu trabalho para que tenhas os momentos livres que queres. O único limite são, se tiveres clientes, os prazos impostos por eles.

Outro ponto importante quando se fala em horários é o tempo que se poupa em deslocações: se viveres em grandes cidades com Lisboa ou Porto, a menos que tenhas a sorte de viver perto do teu trabalho, podes chegar a perder duas horas por dia para ir e voltar do trabalho. São 40 horas por mês…480 horas por ano!

Multiplicar as fontes de rendimento

Outra das vantagens do nomadismo digital é que podes ganhar mais dinheiro multiplicando as tuas fontes de rendimento.

Enquanto trabalhador remoto, podes ter diferentes fontes de renda. Um nómada digital pode ser freelancer e ter vários clientes ou pode ter vários produtos que lhe permitem ganhar dinheiro como blogs, sites ou infoprodutos.

Isso acontece porque um nómada digital não está geralmente limitado a trabalhar para uma só empresa.

Leitura recomendada:
12 ideias de negócios online para ganhar dinheiro na Internet

Mais qualidade de vida

Ser nómada digital também é sinónimo de ter mais qualidade de vida, pois permite-te aproveitares mais os teus hobbies e a presença da tua família e amigos.

Normalmente só podemos usufruir da companhia das pessoas que gostamos ou fazer aquilo que gostamos aos fins-de-semana, à noite ou durante as férias.

Como não tens horários fixos, acabaram-se as desculpas de teres que trabalhar de manhã no dia seguinte!

Fim do síndrome pós-ferias

Trabalhar remotamente faz com que se acabe o síndrome pós-férias. Sabes aquele síndrome que muitas pessoas sentem quando estão a ver os últimos dias de férias a chegar ou quando se vão deitar a um domingo à noite?

Pois bem, um nómada digital não sente isso! Apesar de não deixar de ser trabalho, a atividade profissional escolhida deixa o nómada mais feliz, pois adapta-se à sua vida e ao que ele precisa para ser feliz.

Total liberdade local

Uma das maiores vantagens e que é, também, uma das características principais do nomadismo digital é a liberdade local.

Podes trabalhar de qualquer lugar, desde que tenhas internet e condições para seres produtivo e estares concentrado. A independência e liberdade local é uma das maiores vantagens do nomadismo digital e do trabalho remoto: podes trabalhar a partir de casa, de uma esplanada, do carro ou no teu café preferido. Tu escolhes!

Quais as desvantagens do nomadismo digital?

Esforço, trabalho e dedicação

Ser nómada digital significa ter que “pôr as mãos na massa” para criar uma atividade profissional 100% remota ou tentar provar ao empregador atual que se pode trabalhar remotamente.

Passar por todo esse processo de criação é trabalhoso e exige muito esforço e dedicação.

Leitura recomendada:
Trabalhar Remotamente: Serão Só Vantagens?

Começar não é fácil

Outra desvantagem do nomadismo digital é que começar não é fácil! Sabemos que queremos uma mudança na nossa vida e que queremos ter uma atividade profissional que nos faça felizes, mas não é de todo fácil começar.

Com tanta informação, o medo acaba por sobressair e deixar a nossa motivação em baixo.

Muito trabalho

Muitas pessoas que procuram informação sobre nomadismo digital, deixam-se seduzir pela ideia de que trabalhar remotamente é sinónimo de trabalhar pouco e aproveitar muito. Bem, é possível trabalhares poucas horas por dia e aproveitares o resto do tempo, mas não é sempre assim.

Sobretudo no início, vais ter que trabalhar muito, ler muito, passar muito tempo a fazer testes e a aprender para, no fim, veres muitas vezes o teu trabalho a “falhar”. Até chegares a uma atividade profissional auto-sustentável, isso leva tempo e muito trabalho diário.

Solidão

O nomadismo digital pode ser um estilo de vida um pouco solitário. Muito do trabalho que se acaba por fazer é sozinho e, por ser um estilo de vida diferente, pode levar a alguma incompreensão das outras pessoas.

No entanto, podes combater essa solidão trabalhando em espaços de cowork ou implementando algumas técnicas no teu dia-a-dia que não te façam parecer um eremita solitário.

Leitura recomendada:
Rede de Contactos: como fazer networking em eventos

Como é que me posso tornar nómada digital?

Para te tornares trabalhador remoto e nómada digital, existem vários caminhos que podes seguir.

Alguns exemplos são:

  • Ser freelancer: podes começar a trabalhar remotamente por conta própria, trabalhando para várias empresas e clientes
  • Adaptar o teu trabalho atual: se trabalhas em algo que pode ser feito remotamente, aborda o teu atual chefe para passares a trabalhar à distância para a tua empresa.Uma excelente leitura que podes fazer para saber como podes abordar o teu chefe com esta proposta, é o livro “4 horas por semana” do Tim Ferris – fica a saber mais sobre este livro clicando aqui
  • Criar produtos digitais: uma forma de te tornares nómada é criando produtos digitais que vendes. O mercado de infoprodutos é um dos mercados mais populares neste momento para ganhar dinheiro online
  • Empreender: o empreendedorismo digital é uma forma de criar um negócio que depende e funciona na Internet. Podes aproveitar este teu desejo para te tornares nómada e trabalhares naquela ideia ou projeto no qual acreditas.

“e criar um blog não dá dinheiro?”

Fala-se muito do caminho de blogger para ganhar dinheiro online, mas não é um caminho que seja seguro e aconselhado de seguir de “forma única”.

Leituras recomendadas:
Como criar um blog: o guia passo-a-passo para iniciantes

Porquê?

Para ganhar dinheiro com um blog, é preciso algo essencial: audiência. Sem tráfego e sem leitores, dificilmente ganhas dinheiro com um blog, seja com publicidade ou afiliação.

É possível ganhar dinheiro online criando e mantendo um blog e é um caminho totalmente recomendado (e falado regularmente aqui no site), mas deve ser criado de forma paralela a outro trabalho e atividade.

Começar a monetizar um blog ou site requer muita disciplina, muito tempo e muito conhecimento, não sendo um caminho rápido para te tornares um nómada digital.

Como começar a trabalhar para me tornar um nómada digital

Ser nómada digital envolve tempo investido, sobretudo para pensares como é que podes ganhar dinheiro com os teus conhecimentos, competências e trabalho.

Existem vários caminhos que podes seguir para começar a ganhar dinheiro com a internet.

Para saberes e aprender um pouco sobre alguns deles, deixo-te aqui uma lista de alguns dos melhores recursos para começares:

Conteúdos Gerais

Ser Freelancer

Empreendedorismo Digital

Blogging

Uma das formas de alcançares a felicidade e não te arrependeres de seguir o nomadismo digital como estilo de vida, é fazendo coisas que gostas. Antes de abandonares tudo, investe tempo para testar alguns caminhos, aprenderes um pouco sobre cada um deles e perceberes em quais te sentes mais satisfeito e feliz.

'Escolhe um trabalho que ames e nunca mais terás que trabalhar um dia da tua vida' – ConfucioClica para Twetar

Nenhum desse tempo será tempo perdido, será sim o que vai garantir que sejas nómada digital até quereres.

Depois de ter descoberto a felicidade e a liberdade, ser obrigado a aceitar um trabalho “tradicional” por motivos financeiros é uma das piores sensações de sempre. Evita isso sendo ponderado na escolha do teu caminho profissional.

Como viajar a trabalhar ao mesmo tempo?

Relembramos que ser nómada digital não implica obrigatoriamente estar sempre a viajar. No momento em que decides começar a trabalhar remotamente, não assinas nenhum contrato que obriga a viajar.

No entanto, tendo em conta a liberdade profissional que tens, viajares e experimentares viver em cidades que sempre sonhaste conhecer, está agora ao teu alcance!

Enquanto nómada digital, não tens limites para a duração das tuas viagens ou o local para onde vais.

Só tens que ter em atenção que o alojamento onde vais ficar tenha internet ou, em alternativa, que estás numa zona onde tens cafés ou espaços de cowork com acesso à internet.

Como fazer durar o nomadismo digital?

O nomadismo digital é um estilo de vida que te dá liberdade, flexibilidade de horários e local mas sobretudo no qual tens que ser feliz. Se chegares a um momento da tua vida em que sentes que queres voltar a ter um trabalho fixo e tradicional, podes voltar a tê-lo.

O trabalho remoto que fizeste enquanto nómada digital deu-te competências e conhecimentos que podes usar para sustentar qualquer candidatura futura pela qual te sintas atraído.

No entanto, se quando começares a dar os primeiros passos no trabalho remoto não te vês outra vez, num futuro próximo, a trabalhar num escritório ou num trabalho das “9 às 5”, é importante que trabalhes todos os dias para que esse teu novo estilo de vida dure.

  • Mantêm-te produtivo e organizado do teu trabalho, para que este nunca falhe e se torne cada vez mais lucrativo.
  • Não estejas sozinho: aproveita que o nomadismo digital é um estilo de vida que está a crescer e a ganhar adeptos para fazeres amigos!
  • Mantêm-te motivado e entusiasmado: se começares a ficar cansado do teu trabalho, não demores ou esperes mais; procura algo de novo para fazer, para criar ou implementar.
  • Participa em comunidades e grupos de nómadas e trabalhadores remotos: uma das formas que mais deixa motivados os nómadas digitais é partilhando as suas experiências, dia-a-dia e peripécias com outras pessoas.
    Isso é uma das explicações para que sejam muitos os nómadas com blogs e redes sociais alimentadas com conteúdos.

Não te vais tornar um nómada digital de sucesso e a ganhar dinheiro do dia para a noite, mas é cada vez mais fácil seguires um caminho profissional que depende única e exclusivamente da internet.

Continua a ler, a investir tempo em aprendizagens e conhecimentos digitais, e começa a estudar a melhor forma que tens para ganhar dinheiro online.

Subscreve a Newsletter Gratuita

Preenche o formulário para subscreveres a newsletter gratuita do Nomadismo Digital Portugal e recebe conteúdos exclusivos e todas as novidades em primeira mão!

Os dados são apenas para efeitos de envio da newsletter. Não são cedidos a terceiros.

Autoria

Posts Relacionados

Bilhetes à venda para o Workshop Online: "Como (e por onde) Começar no Digital?"