Porque deves começar um projeto paralelo ao teu trabalho atual?

Muitos dos clientes que me procuram, chegam até mim cheios de sonhos por realizar. A maioria deles gostava de desenvolver um projeto paralelo mas depara-se com a dificuldade de o conciliar com um trabalho das oito às cinco (e que não podem largar porque precisam daquele salário).

Existe sim uma forma de desenvolver esses projetos profissionais que temos guardados na gaveta e ela passa por utilizarmos os nossos tempos livres para tal (lamento, não ter nenhuma outra sugestão milagrosa!).

Projetos Paralelos

O conceito de Projetos Paralelos (PP) baseia-se, em muito, num outro conceito chamado Innovation Time Off.

Este último tornou-se uma política de trabalho adoptada por grandes empresas (Google, Gmail, Adsense entre outras), que perceberam o quão importante era a motivação dos seus trabalhadores para que eles potenciassem a sua criatividade e inovação.

Para tal, esta política encoraja os trabalhadores a utilizarem 20% do seu tempo de trabalho em projetos do seu interesse.

Um PP parte desse mesmo princípio. Desenvolvido, como o próprio nome indica, em paralelo com o nosso trabalho atual, ele não precisa necessariamente de nos trazer dinheiro.

O objetivo é experimentarmos coisas novas, assumirmos riscos, sairmos da nossa zona de conforto.

Aprender mais, sem pressão

Como somos nós que fazemos tudo sozinhos, vemo-nos “forçados” a aprender coisas que nunca antes fizéramos dentro de áreas como design, marketing, relações públicas, programação, gestão, contabilidade.

Não existem prazos a cumprir; nós apenas nos dedicamos ao nosso PP quando sentimos realmente vontade de o fazer. Somos nós quem decide qual o caminho a seguir e como tal, estes PP são uma forma de auto-conhecimento; nós é que escolhemos o que queremos fazer, como, quando e com quem.

Realizarmos novas coisas e de respeitarmos mais as nossas vontades (ou melhor, o nosso coração), permite-nos encontrar respostas. Essas respostas, de outra forma, não surgiriam.

Estes PP são também uma boa “técnica” para quem não sabe o que gostaria de fazer no lugar do seu trabalho habitual.

Mais possibilidades no futuro

Luciano Braga, uma referência nesta área, sugere que quanto mais coisas fizermos e experimentarmos agora, maior será a nossa lista de possibilidades no futuro.

Com estes PP, teremos desenvolvido novas competências e adquirido novos conhecimentos que nos poderão ser muito úteis no futuro.

A partir daí é “só” (e as aspas também são dele) arranjarmos uma forma de obter um retorno financeiro para que um PP se torne no emprego dos nossos sonhos.

Este é certamente o maior desafio no meio de tudo isto. É um desafio ao qual encontraremos mais respostas quanto mais expandirmos a nossa criatividade e os nossos horizontes.

Para conhecerem melhor o conceito dos PP, sugiro o ebook “Projetos Paralelos e o poder do tempo livre”. O ebook pode ser adquirido clicando aqui.

Este post foi modificado a 06/07/2019 23:49

Disqus Comments Loading...
Partilhar
Publicado por
Sofia de Assunção

Artigos Recentes

Produto digital: como criar um infoproduto em Portugal

Em Portugal, a expressão “ganhar dinheiro online” é pesquisada, em média, 3 mil vezes por mês. Muita gente procura formas…

2 semanas atrás

Como implementar o trabalho remoto – incluíndo nas empresas? O Remote Shift chegou para ajudar

Diz-se muitas vezes que “o trabalho remoto remoto é o futuro”. Se em Portugal esta prática ainda é muito pouco…

4 semanas atrás

Conforto: um elemento essencial no ambiente de trabalho remoto

São vários os estudos que apontam para um aumento da produtividade em ambientes de trabalho mais confortáveis. Mas, afinal, porque…

1 mês atrás

Recibos Verdes: Como abrir atividade no Portal das Finanças?

Começar um projeto profissional por conta própria, leva a que comeces a ter que lidar com os famosos recibos verdes.…

2 meses atrás

CAE e CIRS: qual é a diferença e como saber os teus

Os códigos CAE e CIRS são algo que levanta algumas dúvidas, sobretudo no momento de abrir atividade nas finanças. Neste…

2 meses atrás

Como passar de um simples projeto a um verdadeiro negócio digital

A criação de um negócio digital não foi algo que tenha surgido naturalmente. Na realidade, essa ideia foi uma evolução…

3 meses atrás