Uma das maiores dificuldades dos freelancer é construir lista de clientes do zero. Essa construção torna-se possível através da ultrapassagem de várias etapas.

Encontrar os primeiros clientes e começar a construir uma lista de clientes não é fácil. Quando nunca se trabalhou como freelancer parece impossível a ideia de conseguir primeiros clientes do zero.

E é.

Um novo freelancer não pode ficar à espera que os clientes lhe caiam em cima de repente e sem nenhum incentivo. Um novo freelancer que nunca trabalhou remotamente, precisa de usar todas as armas que tem à sua disposição para conseguir implementar-se como profissional de referência na área em que quer atuar.

Para conseguir isso, seguem alguns pontos que se deve ter em conta e que são possíveis de “manipular” a favor do freelancer, para que tenha mais credibilidade, referência e visibilidade…mesmo sem nunca ter tido clientes!

Portefólio

Uma das coisas que se deve ter em conta quando se inicia uma carreira como trabalhador remoto, é que seremos o nosso primeiro cliente.

Não se deve seguir nenhuma área de atuação sem se estar totalmente familiarizado com todo o processo de criação do trabalho que se quer vender a outros.

É possível começar a realizar alguns trabalhos a nível pessoal ou fictício para que constem como amostras no portefólio.

Após as primeiras “criações”, pode-se expandir e começar a trabalhar para outras pessoas de forma gratuita ou voluntária.

Essas pessoas podem ser amigos ou familiares que necessitem de trabalhos da área de atuação do freelancer.

O trabalho gratuito ou voluntário permite, numa primeira fase, a construção de um portefólio e a expansão de um networking que pode vir a ser precioso no futuro.

Nicho e identidade própria

Em qualquer área existem especialidades ou nichos. Encontrar um nicho dentro da área de trabalho é essencial para haver um foco preciso de atividade.

Por exemplo um produtor de conteúdo, este não necessita escrever artigos para blogs se não se sentir confortável nessa “especialidade”.

Pelo contrário, pode estar confortável com publicações em redes sociais ou escrita de e-mails, sendo que essa pode ser a sua especialidade.

Escolhendo uma sub-área dentro da área principal de atuação, o trabalhador acabará por ficar mais profissional na mesma e se pode tornar-se mais facilmente uma referência, ao invés de tentar mexer com várias vertentes ao mesmo tempo.

O e-book Como Ser Freelancer, publicado pelo e no Nomadismo Digital Portugal, explica-te em detalhe e passo a passo como é que podes construir um portfólio a partir do zero e como é que podes encontrar a tua área de atividade enquanto freelancer que está a começar. Sabe mais sobre este e-book clicando aqui.

Networking para construir uma lista de clientes do zero

Networking é uma expressão muito utilizada nos dias de hoje e que remete para uma rede de contactos profissionais. Esses contactos podem ser conseguidos tanto em modo offline como online e podem ser o início de uma lista de clientes.

A ideia é conhecer o máximo de pessoas na área de atuação, sejam eles potenciais clientes ou potenciais colegas ou parceiros de trabalho. Através dessas pessoas pode-se conseguir trabalhos, aprendizagens ou, quem sabe, parcerias de sucesso!

Esta é a melhor forma para um freelancer de conseguir crescer profissionalmente.

Uma das formas de se conseguir aumentar essa tua rede de networking é através de familiares, amigos ou outras pessoas para as quais já se trabalhou anteriormente.

Estas podem recomendar o trabalho (pois já são clientes satisfeitos) e assim ajudar a construir um nome de referência.

Participar em meetups ou conferências relacionadas com o nicho ou área de mercado também é uma excelente forma de conhecer pessoas interessantes.

À falta destas ocasiões, os espaços de coworking nos quais é possível hoje trabalhar, também são um local com um grande potencial de networking.

Redes Sociais

As redes sociais são, nos dias de hoje, uma das melhores formas para aumentar o valor da marca pessoal.

Criar uma boa marca pessoal faz com que os potenciais futuros clientes possam confiar no trabalho e profissional em questão.

É importante manteres uma identidade pessoal e profissional coerente nas diferentes redes sociais. Se tiveres dados, informações e conteúdos diferentes, os clientes irão repensar se devem trabalhar contigo. Eles precisam de perceber quem tu és, como és e como trabalhas.

Aproveitar as redes sociais para transmitir conhecimento e mostrar trabalho realizado é uma forma de atrair novos clientes!

Adiciona pessoas com quem já trabalhaste. Pede-lhes uma recomendação ou testemunho. Isso ajuda a que construas uma imagem mais profissional e de confiança.

Publicidade

Numa fase mais avançada, apostar em publicidade pode ser uma boa arma. Em publicidade, é importante usar algo que chame a atenção de potenciais clientes. Estudar e aprende técnicas de publicidade e segmento de público. Antes de investires financeiramente em publicidade é importante que tenhas as bases que façam dessa publicidade algo rentável.

Aposta em pessoas que já conheces antes de se apostar em desconhecidos. Aprende o máximo para dominar com certezas e profissionalismo o mercado. Isso vai permitir-te fazer crescer, pouco a pouco, a tua lista de clientes e aumentar o teu sucesso!